This website uses cookies to ensure you get the best experience on our website. Learn more

Playlist of Itamar Assumpção

x
  • Repertório Popular - Itamar Assumpção e Isca de Polícia

    49:39

  • x
  • Itamar Assumpção - Sampa Midnight

    39:43

    Itamar Assumpção
    Álbum: Sampa Midnight - Isso Não Vai Ficar Assim
    Ano de lançamento: 1986 (Brasil)
    Arranjos: Itamar Assumpção e Paulo Le Petit

    Itamar Assumpção - Vozes, percussão, piano (10), baixo (09)
    Gigante Brazil - Bateria e vocal
    Tonho Penhasco - Guitarra, violão e piano
    Paulo Le Petit - Baixo, violão e vocal
    Luiz L. B. Raio Lazer - Guitarra, violão e vocal
    Denise Assumpção - Vocal e percussão
    Bocato - Trombone

    01 - Prezadíssimos Ouvintes 00:00
    02 - Idéia Fixa 03:27
    03 - Navalha na Liga 06:59
    04 - Movido à Água 10:28
    05 - Desapareça Eunice 12:58
    06 - Tete Tentei 15:13
    07 - Vamos Nessa 17:22
    08 - Eldorado 19:48
    09 - Sampa Midnight 20:45
    10 - Isso Não Vai Ficar Assim 23:34
    11 - Z da Questão, Meu Amor 25:37
    12 - Totalmente A Revelia 29:31
    13 - Cadê Inês 31:28
    14 - Chavão Abre Porta Grande 33:22
    15 - E o Quico 36:51

    Mixagem: Élcio, Rui e Itamar Assumpção
    Capa e encarte: Eduardo Lima

    Produção e distribuição:
    Mifune Produções Artísticas M.P.A.

  • x
  • Liniker - Fim de Festa |FORA DA CAIXA|

    4:11

    Inscreva-se |
    Facebook |

    Liniker apresenta sua versão de Fim de Festa de Itamar Assumpção e Naná Vasconcelos para o FORA DA CAIXA.

    Direção, Câmera e Edição | Gabriel Schiavinatti
    Direção de Produção | Ana Carolina Paiva de Toledo
    Produção | Ana Beatriz Abbate
    Câmeras | Ana Carolina Paiva de Toledo e Camila Pasin
    Captação de Som | Tiago Gaeta
    Correção de Cor | Fábio Moraes
    Mixagem de Som | Arthur Romio

    Conheça mais sobre Liniker | |

  • Tua Boca - Itamar Assumpção

    3:10

    Tua Boca

  • x
  • Itamar Assumpção e Banda Isca de Polícia - Nego Dito - Oficial

    4:46

    Nego Dito faz parte do álbum Beleléu, Leléu, Eu, que é o primeiro álbum do cantor e compositor Itamar Assumpção junto com a banda Isca de Polícia, lançado em 1980 de maneira independente.

    Francisco José Itamar de Assumpção foi um compositor, cantor, instrumentista, arranjador e produtor musical brasileiro, que se destacou na cena independente e alternativa de São Paulo nos anos 1980 e 1990.

    Esse álbum é daqueles que ninguém devia morrer sem ouvir.

    Letra:

    Meu nome é
    Benedito João dos Santos Silva Beleléu
    Vulgo Nego Dito, Nego Dito cascavé

    Eu me invoco eu brigo
    Eu faço e aconteço
    Eu boto pra correr
    Eu mato a cobra e mostro o pau
    Pra provar pra quem quiser ver e comprovar
    Me chamo Benedito João dos Santos Silva Beleléu
    Vulgo Nego Dito, Nego Dito cascavé

    Tenho o sangue quente
    Não uso pente meu cabelo é ruim
    Fui nascido em Tietê
    Pra provar pra quem quiser ver e comprovar
    Me chamo Benedito João dos Santos Silva Beleléu
    Vulgo Nego Dito, Nego Dito cascavé

    Não gosto de gente
    Nem transo parente
    Eu fui parido assim
    Apaguei um no Paraná, pá, pá, pá, pá
    Meu nome é Benedito João dos Santos Silva Beleléu
    Vulgo Nego Dito, Nego Dito cascavé

    Quando tô de lua
    Me mando pra rua pra poder arrumar
    Destranco a porta a pontapé
    Pra provar pra quem quiser ver e comprovar
    Me chamo Benedito João dos Santos Silva Beleléu
    Vulgo Nego Dito, Nego Dito cascavé

    Se tô tiririca
    Tomos umas e outras pra baratinar
    Arranco o rabo do satã
    Pra provar pra quem quiser ver e comprovar
    Me chamo Benedito João dos Santos Silva Beleléu
    Vulgo Nego Dito, Nego Dito cascavé

    Se chamá polícia
    Eu viro uma onça
    Eu quero matar
    A boca espuma de ódio
    Pra provar pra quem quiser ver e comprovar
    Me chamo Benedito João dos Santos Silva Beleléu
    Vulgo Nego Dito, Nego Dito cascavé

    Se chamá polícia
    Eu vou cortar tua cara
    Vou retalhá-la com navalha


    Siga-nos:
    Twitter:
    Facebook:
    Instagram:
    Site: com.br

    Inscreva-se em nosso canal:

  • Já deu pra sentir - Arrigo Barnabé e Itamar Assumpção

    4:25

    (Música: Itamar Assumpção)

    Já deu pra saber criar fama
    Já deu pra sentir qual a trama
    Quando eu nasci já tinha calor
    Boca-de-siri, beijos de amor

    Já deu pra saber quem me ama
    Já deu pra sentir numa cama
    Quando eu nasci já tinha a flor
    O céu, javali, o cão caçador

    A praia de Copacabana, minha mãe,
    São Paulo, Havana
    Quando eu nasci tinha, sim senhor,
    Águia, paturi, camelo, condor
    E as águas do Amazonas, os ratos, as rãs, ratazanas
    Quando eu nasci já tinha terror
    Sapo, sapoti, Cristo Redentor

    Já deu pra saber dançar samba
    Já deu para sentir pernas bambas
    Quando eu nasci já tinha vapor
    Little Richard já era cantor

    Já deu para saber ser urbano
    Já deu pra sentir ser humano
    Quando eu nasci já tinha glamour
    Pinel, Juqueri, Santos, Salvador

  • x
  • Fim de Festa - Naná Vasconcelos e Itamar Assumpção

    3:25

    Filmes em ordem de aparição:
    Regen - Joris Ivens (1929)
    Limite - Mario Peixoto (1931)
    Emak-bakia - Man Ray (1926)
    La coquille et le clergyman - Germaine Dulac (1926)
    At land - Maya Deren (1944)
    Sunrise - Murnau (1927)
    L'Etoile de Mer - Man Ray (1928)
    Romance Sentimentale - Aleksandrov e Eisenstein (1930)

  • Repertório Popular - Paulo Moura Sesc Pompéia, 1989

    50:14

    Show gravado ao vivo no Sesc Pompéia em SP, em 1989.

    Nego Dito - 21:03

  • Itamar Assumpção - Pretobrás: Por Que Que Eu Não Pensei Nisso Antes? Álbum Completo

    1:8:24

    Último álbum lançado em vida por Itamar, Pretobrás saiu em 1998 pelo selo Atração Fonográfica. Planejado como parte de uma trilogia, os dois álbuns seguintes foram lançados postumamente pelo selo Sesc.

    Faixas:
    01. 00:00 Cultura Lira paulistana
    02. 05:36 Abobrinhas não
    03. 07:59 Vá cuidar da sua vida
    04. 12:04 Pretobrás
    05. 16:07 Extraordinário
    06. 17:11 Vida de artista
    07. 20:52 Dor elegante
    08. 24:20 Pöltinglen
    09. 27:03 Vou de vai-vai
    10. 31:09 Por que eu não pensei nisso antes
    11. 36:28 Apaixonite aguda
    12. 37:43 Já Que Tem Que
    13. 41:03 Outras Capitais
    14. 46:14 Ich Iiebe Dich
    15. 48:44 Elke Maravilha
    16. 50:35 Olho no Olho
    17. 54:10 Reengenharia
    18. 57:50 Pesadelo
    19. 01:01:13 Amigo Arrigo
    20. 01:02:18 Deus Te Preteje
    21. 01:06:49 Queiram ou Não Queiram

  • x
  • Itamar Assumpção - Beleléu, Leléu, Eu

    36:03



    USINA - instantâneos

    Beleléu, Leléu, Eu é o primeiro disco de Itamar Assumpção. Acompanhado da banda Isca de Polícia, o álbum é um marco da Vanguarda Paulistana e conta com diversas composições do músico -- que ficou conhecido por sua irreverência e experimentação musical. Fico Louco é uma das músicas emblemáticas deste que é tido como um dos principais álbuns da música brasileira.




    Do canal: bizantino16

  • Ensaio | Itamar Assumpção | 1999

    56:48

    Artista participou do programa na TV Cultura em 1999; relembre!

  • Itamar Assumpção - Milágrimas / Mulher segundo meu pai

    6:19

    Canja no show de Tetê Espíndola, Alzira E, Lulli & Lucina. Provavelmente em 1995.

    - Milágrimas (Itamar Assumpção e Alice Ruiz)
    - Mulher segundo meu pai (Itamar Assumpção)

  • Ensaio | Itamar Assumpção | Prezadíssimos Ouvintes

    3:31

    Itamar Assumpção toca Prezadíssimos Ouvintes˜.

  • Itamar Assumpção - Nego Dito

    5:50

    Itamar Assumpção, canta Nego Dito de sua autoria, ao vivo no Programa Ensaios da Tv Cultura.

  • Ataulfo Alves por Itamar Assumpção - Pra Sempre Agora Álbum Completo - Full Album

    1:12:46

    Álbum lançado em 1996 pela Paradoxx Music. Acompanham Itamar a banda Isca de Polícia e convidados.

    Faixas:
    01. 00:00 Meus tempos de criança (Ataulfo Alves)
    02. 06:10 Saudades da Amélia (Ataulfo Alves & Mário Lago)
    03. 09:56 Bom crioulo (Ataulfo Alves)
    04. 12:36 Requebro da mulata (Ataulfo Alves)
    05. 15:26 Mulata assanhada (Ataulfo Alves)
    06. 18:34 Laranja madura (Ataulfo Alves)
    07. 24:31 Pois é (Ataulfo Alves)
    08. 27:49 Vai mesmo (Ataulfo Alves)
    09. 31:34 O homem e o cão (Arthur Vargas Júnior & Ataulfo Alves)
    10. 35:18 Errei sim (Ataulfo Alves)
    11. 40:32 Errei erramos (Arthur Vargas Júnior & Ataulfo Alves)
    12. 45:57 Sei que é covardia (Ataulfo Alves & Claudionor Cruz)
    13. 48:45 Atire a primeira pedra (Ataulfo Alves & Mário Lago)
    14. 52:20 Nem que chova canivete (Ataulfo Alves)
    15. 55:17 Na cadência do samba (Ataulfo Alves & Paulo Gesta)
    16. 57:40 Jubileu (Ataulfo Alves)
    17. 01:00:26 Bonde São Januário (Ataulfo Alves & Wilson Batista)
    18. 01:02:21 Gente bem também samba (Ataulfo Alves)
    19. 01:06:18 Leva meu samba (Ataulfo Alves)
    20. 01:09:44 Vassalo do samba (Ataulfo Alves)

    Integrantes da Isca de Polícia: Gigante Brasil, Bocato, Luiz Waack, Paulo Lepetit, Tonho Penhasco, Luiz Chagas, Ricardo Cristaldi, Josué Guimarães, Tata Fernandes, Vange Milliet, Simone Soul.
    As Orquídeas, banda feminina com que Itamar gravou a trilogia Bicho de 7 Cabeças (93-94), abrem o disco com Meus Tempos de Criança. Jards Macalé aparece em Saudades da Amélia e Laranja Madura. Duo Fel participa de Mulata Assanhada e Tonho Penhasco arranjou Jubileu.

  • Itamar Assumpção e Alzira Espíndola - Tristeza Não - Empório Brasil - 1989

    1:57

    Itamar Assumpção e Alzira cantam Tristeza Não no programa Empório Brasil - SBT, 1989. O Empório foi veiculado por um ano as terças com reprise aos Domingos. Apresentação de Rolando Boldrin.

  • Itamar Assumpção - Que tal o impossível

    3:33

    Pretobrás III (2010)

  • Itamar Assumpção - Prezadíssimos Ouvintes

    4:54

  • Parece que bebe - Itamar Assumpção

    3:41

    Eu?

  • Itamar Assumpção e Banda Isca de Polícia - Fico Louco - Oficial

    5:32

    Fico Louco faz parte do álbum Beleléu, Leléu, Eu, que é o primeiro álbum do cantor e compositor Itamar Assumpção junto com a banda Isca de Polícia, lançado em 1980 de maneira independente.

    Francisco José Itamar de Assumpção foi um compositor, cantor, instrumentista, arranjador e produtor musical brasileiro, que se destacou na cena independente e alternativa de São Paulo nos anos 1980 e 1990.

    Esse álbum é daqueles que ninguém devia morrer sem ouvir.

    Letra:

    Fico louco, faço cara de mau, falo o que me vem na cabeça
    Não digo que com tudo isso eu fique legal
    Espero que você não se esqueça
    Espero ver você curtindo o reggae deste rock comigo
    Grite forte, dê um jeito, cante, permaneça comigo
    Fico louco, xingo, quebro o pau, só você me faz a cabeça
    A gente sofre tanto, vive muito mal
    Espero que você não se esqueça
    Espero ouvir você dizer que gosta de viver em perigo
    Considerando que eu não seja nada mais além de bandido
    Fico louco, faço pelo sinal, me atiro ao chão de ponta cabeça
    Me chamam de maluco, etc e tal, espero que você não se esqueça
    Eu quero andar nas ruas da cidade agarrado contigo
    Vivendo em pleno vapor, felicidade contigo


    Siga-nos:
    Twitter:
    Facebook:
    Instagram:
    Site: com.br

    Inscreva-se em nosso canal:

  • x
  • Itamar Assumpção e Seu Jorge - O tempo todo

    3:15

    O tempo todo

  • ITAMAR ASSUMPÇÃO | MUSIC THUNDER VISION

    50:26

    Itamar Assumpção é um dos expoentes da Vanguarda Paulista. Desde seus tempos de teatro, suas participações em festivais em Londrina, sua vinda à São Paulo, seu destino era ser um artista brilhante. Luiz Chagas tocou com Itamar desde o lançamento de seu primeiro disco. Luiz Thunderbird frequentava os shows desde a mesma época. Conversas sobre Itamar já haviam acontecido entre os dois. Depois de assistirem “Pretoperitamar” juntos, no Sesc Pompeia, decidiram gravar esse programa em homenagem à Itamar Assumpção. Itamar é um gigante e merece todas as honras. Portanto, divirta-se!
    Tem playlist no Spotify.

    ------------------------------------------

    INSCREVA-SE:

    O Music Thunder Vision é um canal feito pra você que gosta de música, cultura e diversão. Fique a vontade pra deixar seus comentários. O Thunderbird adora responder à todos!

    Toda segunda, um programa novo às 9hs

    Segue o Thunder, ele curte!

    Twitter:
    Instagram:
    Facebook:

  • Dor Elegante - Itamar Assumpção - Pretobrás - Oficial

    3:27

    Dor Elegante - Itamar Assumpção - Pretobrás - Oficial

    Spotify:
    Google Play :
    iTunes:
    Deezer:

    Letra

    Um homem com uma dor
    É muito mais elegante
    Caminha assim de lado
    Com se chegando atrasado
    Chegasse mais adiante

    Carrega o peso da dor
    Como se portasse medalhas
    Uma coroa, um milhão de dólares
    Ou coisa que os valha

    Ópios, edens, analgésicos
    Não me toquem nesse dor
    Ela é tudo o que me sobra
    Sofrer vai ser a minha última obra


    Twitter:
    Facebook:
    Instagram:
    Site: com.br

    Clique aqui para se inscrever em nosso canal:

  • Itamar Assumpção - nega música

    2:22

    Francisco José Itamar de Assumpção was a composer, arranger, singer and instrumentalist, Brazilian musical producer stood in independent and alternative scene of São Paulo in the 1980s and 1990s.

  • Ná Ozzetti 03 Canto Em Qualquer Canto

    4:46


    Ná Ozzetti no iTunes:

    Álbum: Estopim, 1999

    3 . CANTO EM QUALQUER CANTO
    Ná Ozzetti / Itamar Assumpção

    Vim cantar sobre essa terra
    Antes de mais nada aviso
    Trago facão, paixão crua
    E bons rocks no arquivo
    Tem gente que pira e berra
    Eu já canto pio e silvo
    Se fosse minha essa rua
    O pé de ipê estava vivo
    Pro topo daquela serra
    Vamos nós dois vídeo e livros
    Vou ficar na minha e sua
    Isso é mais que bom motivo
    Gorjearei pela terra
    Para dar e ter alívio
    Gorjeando eu fico nua
    Entre o choro e o riso
    Pintassilga, pomba, mélroa
    Águia lá do paraíso
    Passarim, mundo da lua
    Quando não trino não sirvo
    Caso a bela com a fera
    Canto porque é preciso
    Porque essa vida é árdua
    Prá não perder o juízo
    ESTOPIM FICHA TÉCNICA GERAL

    1999 

    Produzido por Ná Ozzetti 
    Co-produzido por Dante Ozzetti 
    Arranjos: Dante Ozzetti * 
    * exceto a canção Capitu / arranjo: Kiko Moura 

    Músicos: 
    Caíto Marcondes : percussão 
    Dante Ozzetti : violão (nylon) 
    Geraldinho Vieira : baixo 
    Kiko Moura : violão (aço) 
    Ná Ozzetti : voz/vocais 

    Músicos Convidados: 
    Dimos Goudaroulis : violoncelo 
    Fábio Tagliaferri : viola 
    Marta Ozzetti : flauta/flauta em sol 
    Participações Especiais: 
    André Magalhães : bateria em Capitu 
    Luiz Tatit : voz em Estopim 
    Suzana Salles : voz em Princesa Encantada 

    Gravado no ESTÚDIO ZABUMBA 
    por André Magalhães e Marco Nogueira 
    Mixado no MOSH STÚDIOS 
    por Luiz Paulo Serafim 
    assistente Sandro Esteves 
    Masterizado na CIA DE ÁUDIO 
    por Carlos Freitas 
    assistente Renato Grego 

    CAPA: 
    Gal Oppido/Helenice Diamante: projeto gráfico 
    Gal Oppido: fotos 
    Figurino: Gal Oppido / Sandra Fukelmann 
    Maria Eugênia Ortega: produção figurino 
    Elisa Stecca: tiara 
    Luiz Martins: make-up 

    2005 
    Remasterizado por Carlos Freitas na CLASSIC MASTER 
    Projeto Gráfico: Gal Oppido 
    Desenvolvimento: Filipe Azevedo 

    Agradecimentos: todos os músicos que participam deste CD e os parceiros, compositores das canções por suas excepcionais artes, Gal Oppido, Filipe Azevedo, Helenice Diamante, André Magalhães e Estúdio Zabumba, Carlos Freitas, Ricardo Carvalheira, Ivan Giannini, José Otávio Scharlach, Luis Paulo Serafim, Marco Ozzetti, Marta Ozzetti, Maria Eugênia Ortega, Osvaldo (Mosh Studios), Swami Junior, Tom Zé, Toni Babalú e Susi, Ricardo Tacioli, Eduardo Muszkat e toda equipe da MCD, super Neco, sempre.

  • Reengenharia - Itamar Assumpção

    3:37

    Música do disco Pretobras - Por que não pensei nisso antes, de 1998

  • Itamar Assumpção - Movido a água

    2:35

    Artista: Itamar Assumpção
    Álbum: Sampa Midnight - isso não vai ficar assim (Independente).
    Ano: 1983
    Música: Movido a água (4º)
    Download do disco:

  • Itamar Assumpção -Tete Tentei

    2:10

    Itamar Assumpção & Isca de Polícia -Tete Tentei (Sampa Midnight 1986)

  • Luiz Tatit 13- Quem Sabe

    3:12




    CD: Luiz Tatit - “Sem Destino” (Dabliú, 2010) à venda no iTunes:

    Contato para DVDs: contato@dabliudiscos.com.br

    Luiz Tatit, compositor, intérprete e violonista, um dos mentores do inventivo grupo paulistano RUMO, formado em 1974 e consagrado a partir do seu primeiro disco nos anos 80, revolucionou o cenário da música popular brasileira com o chamado canto falado. Ao final do projeto com o grupo RUMO, Luiz Tatit passou a lançar, pela gravadora independente Dabliú, os seus próprios álbuns, reunindo as composições que dão continuidade àquele projeto. Já foram lançados 4 CDs: Felicidade (1997), O Meio (2000), Ouvidos Uni-vos (2005) e Rodopio (2007), este também em DVD. Durante esse período, teve diversas composições gravadas por outros intérpretes, entre os quais, Ná Ozzetti, Zélia Duncan, Ney Matogrosso, Leila Pinheiro, Vânia Bastos, Daúde e Jussara Silveira. Em abril de 2010, Luiz Tatit lançou seu novo CD, Sem Destino, também pela Dabliú, somente com canções inéditas (13), sendo 7 de sua autoria exclusiva e as demais com parceiros (Alice Ruiz, Itamar Assumpção, Marcelo Jeneci, Dante Ozzetti, Jonas Tatit e Capiba). Tatit consagra seu estilo único. As letras, como sempre, trazem um sabor especial, desta vez versando sobre nossa relação com o imponderável e com a predestinação. No primeiro caso, o disco traz composições como Sem Destino, cujo personagem se sente desamparado pelo próprio destino, Por que nós? (parceria com Marcelo Jeneci), sobre as imprevisíveis heranças de cada geração, ou Quem Sabe (parceria com Itamar Assumpção), uma variação da máxima socrática só sei que nada sei. No caso da predestinação, surgem faixas como Quando a Canção Acabar, sobre o propalado final da era da canção, A Volta do Sabiá, que, em contraponto à famosa Canção do Exílio, exige o regresso do próprio sabiá, ou ainda, Nando e Nanda (parceria com Dante Ozzetti), que anuncia o encontro fatal, e óbvio, dos dois personagens. Ná Ozzetti deixa sua marca na interpretação de Relembrando Nazareth, peça pianística do pernambucano Capiba (1904-1997) e só agora letrada por Tatit, e na deliciosa De Favor, que conta a experiência de alguém que foi morar literalmente no coração (no músculo pulsante) da amada. Há ainda a participação especial da cantora Juçara Marçal na canção Quem Gostou de Mim (parceria com Jonas Tatit). Sem Destino contou ainda com a produção de Alexandre Fontanetti e a direção musical e arranjos de violão de Jonas Tatit. Outros instrumentistas também foram decisivos para a boa sonoridade do disco: Sérgio Reze e Adriano Busko na percussão, Serginho Carvalho no baixo, Marcelo Jeneci na sanfona e nas programações eletrônicas, Marina Pittier nos vocais e, ainda, Fábio Tagliaferri na viola e nos arranjos de cordas. A capa, as fotos e o projeto gráfico são de Gal Oppido.


    Ficha técnica:
    Gravadora/Distribuidora: Dabliú Discos Direção de Produção: J. C. Costa Netto Produtor fonográfico: Dabliú Produções Artísticas Produzido por Alexandre Fontanetti Direção musical: Jonas Tatit Fotos e projeto gráfico: Gal Oppido Luiz Tatit: Voz e violão Ná Ozzetti: Participação especial nas faixas De favor e Relembrando Nazareth Voz: Juçara Marçal Violão, violão 7 cordas, arranjos de violão e programações eletrônicas: Jonas Tatit Baixo: Serginho Carvalho Bateria: Sérgio Reze Bateria: Adriano Busko Violinos: Alex Braga e Luiz Amato Viola e arranjo de cordas: Fábio Tagliaferri Cello: Sérgio de Freitas Sanfona, Piano, Guitarra Ebow e Voz: Marcelo Jeneci Marina Pittier: Vocal Alexandre Fontanetti: Guitarra

  • Itamar Assumpção - Onda Sertaneja

    3:05

    Itamar Assumpção - Onda Sertaneja
    (Itamar Assumpção)

    Voz: Iatmar Assumpção
    Vocais: Tata Fernande, Miriam Maria
    Violão: Itamar Assumpção
    Teclado: Adriana Sanchez
    Contrabaixo 5 cordas: Clara Bastos
    Sax Alto: Simone Julian
    Guitarra: Geórgia Branco
    Percussão:Tumbadora e Reco-Reco - Nina Blauth

  • Daquele Instante em Diante

    1:49:15

    Daquele Instante em Diante documenta em profundidade a vida e a trajetória artística do músico e poeta Itamar Assumpção, morto em 2003 de câncer aos 53 anos. Ele foi um dos pilares de um momento da música popular brasileira que se convencionou chamar de Vanguarda Paulista. Dono de uma personalidade vulcânica, Itamar construiu sua obra magistral de forma praticamente independente, à revelia da indústria cultural - e estabeleceu com ela, desde cedo, uma relação turbulenta. Íntegro e muitas vezes bem intransigente, sua postura lhe custou o rótulo de maldito e acabou por colocá-lo à margem (muitas vezes de forma dolorosa) do que se entendia por sucesso comercial (sucesso Itamar fazia a seu modo, com shows lotados e longas temporadas em São Paulo, turnês pela Europa...).

    Partindo de uma pesquisa extensa que resultou em mais de 250 horas de imagens (muitas antológicas e inéditas) e de um mergulho no universo pessoal deste incrível artista, o filme apresenta suas várias facetas: o compositor, poeta, arranjador, o performer apaixonado por orquídeas, o pai de família, o iconoclasta, refém de clichês como o gênio incompreendido. Itamar vem à tona através de uma trama poética, intuitiva, onde fatos e depoimentos falam mais alto que idéias preconcebidas.


    São Paulo, 110 min, 2011
    realização INSTITUTO ITAÚ CULTURAL E MOVIEART
    direção ROGÉRIO VELLOSO
    produção executiva CAROL DANTAS
    roteiro de edição GEORGE QUEIROZ
    montagem GEORGE QUEIROZ / ROGÉRIO VELLOSO / PAULO MENDEL
    pesquisa de conteúdo MAURICIO PEREIRA
    pesquisa de imagens SOLANGE SANTOS
    direção de produção CRISTIANNY ALMEIDA
    assistente de direção e decupagem MARIANA FAGUNDES
    fotografia HELCIO ALEMAO NAGAMINE
    câmera HELCIO ALEMÃO NAGAMINE / ROGÉRIO VELLOSO / MARIANA FAGUNDES / DIEGO GARCIA
    edição de som e mixagem SERGIO FOUAD
    logger e primeiro assistente de câmera DIEGO GARCIA
    segundo assistente de câmera RIVERTE BABU CRUZ
    operador de áudio MÁRCIO TEIXEIRA
    assistente de produção e arquivos MONICA MEDICI
    motorista ÉLCIO CACHIATORE
    sonorização ESTÚDIO SAX SO FUNNY
    mixagem 5.1 SERGIO FOUAD / CLEMENT ZULAR / ESTÚDIO ÁUDIO PORTÁTIL
    assistentes de mixagem FLAVIO PEREIRA / BRUNO CAMARA
    videodesign RICARDO FERNANDES
    letreiros RICARDO FERNANDES / RICARDINHO FILOMENO / GUILHERME PULICE / WAGNER VIANA
    stop motion e videoarte ROGÉRIO VELLOSO
    encerramento: obra livremente derivada de O Homem Polvo, de Tulipa Ruiz e Gustavo Ruiz Chagas
    ilustrações originais de ITAMAR ASSUMPÇÃO
    coordenação de finalização DIULLE SORRENTINO / MARCELO BARROS / ISABEL MATTOS
    assistente de montagem e finalização FEZAO BARBIERI
    cobertura on line & imagens de arquivo FRANCISCO MOSQUERA
    assistentes de finalização ELTON BRONZELI / RAFAEL ELAMES / KAUÊ BREGOLA / BRUNO RAZUK
    suporte técnico PIXEL TECHNOLOGY / LUIZ CAMPEDELLI / RENATO SOUZA
    pos produçao DOT
    direção geral de pós-produção JOSÉ FRANCISCO NETO, ABC / FERNANDO FRAIA
    coordenaçâo de pós-produção GIBA YAMASHIRO / GLEICE LICA
    atendimento de pós- produção MAGALI WISTEFELT
    color grading MARCO OLIVEIRA / JUNIOR XIS
    coloristas assistentes ALEXANDRE CRISTOFARO / RAFAEL YAMIN
    edição on line HENRIQUE REGANATTI / TADEU PARRILO FREDE
    estagiária MARTA TELES / GUSTAVO VEIGA
    telecinagem super 8 mm ESTUDIOS MEGA -- Rio de Janeiro
    produção MOVIEART
    coordenação de produção CLAUDIA REGINA DE MORAES
    gerência administrativa ELIANA IZIPETO
    gerência financeira MÁRIO ARINO
    secretária de produção TATIANA BARBOSA
    coordenação de tráfego MARIA APARECIDA DE SOUZA
    contabilidade JOSÉ PEREIRA DE SOUZA
    coordenação de estúdio VANDERLEY SENA SILVA
    contra-regra ANA BARBOSA
    transporte VALDIR SEVERINO / RONALDO DE FREITAS / JOAO INACIO DE AQUINO

  • Itamar Assumpção Requebrado da mulata - Itamar canta Ataulfo Alves CNT/Gazeta 1996

    4:00

    Itamar Assumpção ' Requebrado da mulata ' - Especial ' Itamar canta Ataulfo Alves '

    CNT / Gazeta 1996

  • Itamar Assumpção - Z da Questão, Meu Amor

    3:52

    Do álbum: Sampa Midnight (1986)

  • Luiz Tatit 11. Dodói

    2:58




    CD: Luiz Tatit - “Rodopio” (Dabliú, 2007) à venda no iTunes:

    Contato para CDs: contato@dabliudiscos.com.br

    A inventividade musical e poética de Luiz Tatit encontra registros visuais e sonoros significativos frente à sua importância no cenário cultural brasileiro: Rodopio é seu primeiro DVD (e CD ao vivo). Na gravação do show - ocorrida em janeiro de 2007, no Teatro do SESC Vila Mariana, em São Paulo - integra o DVD /CD Rodopio, três grandes cantoras com Tatit : Ná Ozzetti (intérprete mais constante da obra de Tatit) Suzana Salles (cujo segundo CD chama-se `As Sílabas, música de autoria do compositor) e Ceumar ( intérprete da consagrada canção `Achou!, letra de Tatit para música de Dante Ozzetti). No repertório vale conferir: Final Feliz, Perdido, Amor e Rock e Capitu, de sua autoria e Dodói, Achou!, Atração Fatal e Baião de Quatro Toques (em parcerias com Itamar Assumpção, Dante Ozzetti, Ná Ozzetti e Zé Miguel Wisnik, respectivamente) entre outras. A direção musical é de Jonas Tatit, filho de Luiz. Patrocínio é da Petrobrás.

    Ficha técnica:
    Gravadora / Distribuidora: Dabliú Discos Direção de produção: J.C.Costa Netto Produtor Fonográfico: Dabliú Discos Violão e voz: Luiz Tatit Direção musical e violões: Jonas Tatit Coordenação do projeto: Tatiana Librelato Percussão e bateria: Adriano Busko Baixo: Clara Bastos Viola: Fábio Tagliaferri Piano: Marcelo Jeneci Participações especiais: Ná Ozzetti, Ceumar e Suzana Salles

  • Itamar Assumpção | Projeto Caixa Preta | Selo SESC

    2:31

    Para ouvir trechos das músicas dos CDs que compõem a Caixa Preta, conhecer o encarte, ver fotos, acessar links para matérias relacionadas e adquirir a caixa, visite a Loja Virtual SESC:

    Depoimento do produtor Paulo Lepetit sobre o Projeto Caixa Preta (SELO SESC SP | 2010). A coleção traz doze CDs de Itamar Assumpção contendo dez discos de carreira lançados entre 1980 e 2004 remasterizados e dois discos inéditos produzidos a partir de gravações de voz e violão deixadas pelo músico. A caixa traz ainda um livreto com textos de vários artistas e ilustrações de Antonio Peticov.

    Chamada: Edição e animação de Carolina Pedrosa. Dançarinos da Cia Nova Dança 4. Direção de fotografia e operação de câmera por Mariano Kweler. Operação de câmera por Maurício José da Silva (Spike).

  • Itamar Assumpção - Ai que vontade

    3:40

    Album: BICHO DE SETE CABEÇAS - VOL. III
    Participação especial: Alzira Espíndola

  • Itamar Assumpção: Extra

    3:26

    Itamar Assumpção: Extra

    Fabrica do Som in 1985 (Sesc Pompeia)

    Baixa
    Santo Salvador
    Baixa
    Seja como for
    Acha
    Nossa direção
    Flecha
    Nosso coração
    Puxa
    Pelo nosso amor
    Racha
    Os muros da prisão

    Extra
    Resta uma ilusão
    Extra
    Resta uma ilusão
    Extra
    Abra-se cadabra-se a prisão

    Baixa
    Cristo ou Oxalá
    Baixa
    Santo ou orixá
    Rocha
    Chuva, laser, gás
    Bicho
    Planta, tanto faz
    Brecha
    Faça-se abrir
    Deixa
    Nossa dor fugir

    Extra
    Entra por favor
    Extra
    Entra por favor
    Extra
    Abra-se cadabra-se o temor

    Eu, tu e todos no mundo
    No fundo, tememos por nosso futuro
    ET e todos os santos, valei-nos
    Livrai-nos desse tempo escuro

  • Itamar Assumpção - Tua Boca

    3:10

    Itamar Assumpção - Tua Boca
    (Itamar Assumpção)

    Voz: Itamar Assumpção
    Violão: Itamar Assumpção
    Teclado: Adriana Sanchez
    Percussão: Bangô - Nina Blauth

  • Ney Matogrosso - Transpiração Ney e Alzira.avi

    4:58

    Alzira E é uma dessas gratas surpresas que encantam a alma da gente e, sobretudo, pelo menos a mim, dá um grande alento ao orgulho de ser brasileiro.
    Essa menina, porta-se sempre como gente grande e vem criando lindas poesias e músicas que levam longe o melhor da nossa cultura.
    Parabéns, Alzira e tomara que por muitos e muitos anos você tenha forças e inspiração para continuar linda como agora.
    Vídeo de Carlos Alberto da Cunha Barros

  • ZELIA DUNCAN &TUDO ESCLARECIDO&

    1:3:27

    Faixas

    1. Tua boca
    2. Cabelo duro
    3. Isso não vai ficar assim
    4. Mal menor
    5. A gruta da solidão
    6. Quem mandou
    7. Tudo esclarecido
    8. Noite torta
    9. Enquanto penso nela
    10. Vê se me esquece
    11. Não é por aí
    12. É de estarrecer
    13. Zélia mãe Joana

    Tudo Esclarecido

    Zélia Duncan canta Itamar Assumpção - Tudo Esclarecido é o nono álbum de estúdio (e o décimo quarto no total) da cantora brasileira Zélia Duncan. O álbum é um tributo ao já falecido cantor e compositor Itamar Assumpção, de quem Duncan já havia cantado outras músicas em álbums passados. O álbum foi lançado em 27 de novembro de 2012. 1 .

    O lançamento do mesmo foi antecipado pelo single Tua Boca.

    Para promover o álbum, a partir de 03 de Janeiro de 2013, Duncan embarcou na turnê Tudo esclarecido, primeiramente em São Paulo. 2 A turnê chegou ao Rio de Janeiro em abril do mesmo ano.

    Faz alguns anos, comecei a dizer que, um dia, gravaria um disco só de Itamar Assumpção. Ao longo do tempo e dos meus álbuns, disfarçadamente já fui fazendo isso. Ao todo, 11 faixas, espalhadas pela minha vida fonográfica, já deixavam os rastros de sua importância pra mim, até este momento. Agora, como se eu tivesse finalmente engolido a orquídea, flor que ele tanto amava, me transformo de uma vez por todas em uma daquelas do seu jardim. Nos anos 80, só pensava em ir pra Sampa, batalhar uma vaga como sua vocalista. Isso não acontece, mas eu nunca vou deixar de me sentir uma delas. Mastigo suas palavras, mais vivas do que nunca. Elas me dão nutrientes, oxigênio, pétalas, cores, perfumes e cheiros fortes de terra fértil e negra. Este é um álbum ainda mais egoísta do que os meus anteriores. Ele existe porque eu amo Itamar e ponto final. Porém, me redime, porque preciso e quero muito dividi-lo com cada incauto ouvinte, que passar por aqui – que, adoraria, fossem muitos. Não há aqui, nenhuma pretensão didática ou cronológica. É uma gota no oceano caudaloso e precioso de sua obra. Ney Matogrosso e Martinho da Vila, me fizeram explodir de emoção nas gravações e na cumplicidade em relação à importância de ter a música de Itamar cada vez mais entre nós. Kassin e os músicos por ele escolhidos encheram de sol e som os caminhos do bendito Beleléu Assumpção. Mais do que cantora de Itamar, sou sua devotada ouvinte e aprendiz. Entre os casos esquecidos, estão as melhores lembranças. Entre as coisas perdidas, estão os melhores achados. Tudo Esclarecido.

  • Por Que Que Eu Não Pensei Nisso Antes - Itamar Assumpção - Pretobrás

    5:23

    Por Que Que Eu Não Pensei Nisso Antes - Itamar Assumpção - Pretobrás


    Spotify:
    Google Play :
    iTunes:
    Deezer:

    Letra

    Pensei seduzir você com algo bem provocante
    Gingando num bambolê, me equilibrando em barbante
    Dançando numa TV, coberto com diamantes
    Num carrão zero, por que que eu não pensei nisso antes

    Pensei seduzir você daquele instante em diante
    Além de fazer crochê, pensei dar vôo rasante
    Ir ao cinema, escrever, reinar nesse caos reinante
    Impressionante, por que que eu não pensei nisso antes

    Pensei seduzir você, fazendo ar de importante
    Te oferecendo um ap, um drinque ou um refrigerante
    Testando HIV, consultando cartomante
    Só sobre a gente, por que que eu não pensei nisso antes

    Pensei seduzir você domesticando elefantes
    Cuidando bem de bebês, Kim Kauê Joy doando-me pra transplantes
    Eu mesmo ser meu dublê, meu próprio representante
    Por cargas d'água, por que que eu não pensei nisso antes

    Pensei seduzir você mostrando-me confiante
    Plantando um pé de ipê, ecólogo ambulante
    Limpando o rio Tietê e outros rios restantes
    Ser carioca e baiano, por que que eu não pensei nisso antes?

    Pensei seduzir você, mudando-me qual mutante
    De alguma estrela trazer um raciocínio brilhante
    Bater no peito e dizer, num brado bem retumbante
    Só penso em você, por que que eu não pensei nisso antes
    Por quoi jene pas pense a çà avant


    Twitter:
    Facebook:
    Instagram:
    Site: com.br

    Clique aqui para se inscrever em nosso canal:

  • Itamar Assumpção By Jean Lopes

    1:10

    Pequeno Video Clip do gande gênio Itamar Assumpção

  • Rogermoore + Itamar Assumpção - Pirex

    3:46

    Remix da faixa PIREX de Itamar Assumpção feita por ROGERMOORE para o programa RUMOS 2007-2009 do Itaú Cultural (Carteira Homenagem)

  • Arrigo Barnabé & Itamar Assumpção :: Dedo de Deus :: 25/01/1991

    3:41

    Data: 25/01/1991
    Música: Dedo de Deus
    Músicos: Arrigo Barnabé (Teclados, Voz); Itamar Assumpção(Teclados, Violão, Voz); Dudu Tucci (Percussão)

    Baixe o Catálogo Acervo Circo Voador 1982 - 1997
    link:

  • Itamar Assumpção - Zé Pelintra

    2:28

    Maremoto faz parte do album Intercontinental! Quem Diria! Era Só O Que Faltava!!! de Itamar Assumpção.

    Spotify:
    iTunes:
    Deezer:
    Napster:


    Twitter:
    Facebook:
    Instagram:
    Site: com.br

    Clique aqui para se inscrever em nosso canal:

  • Itamar Assumpção -- Outras capitais

    5:13

    Outras capitais, de Itamar Assumpção, do disco Pretobrás.

  • Itamar Assumpção - Pretobrás

    4:02

    Artista: Itamar Assumpção
    Álbum: Pretobrás
    Ano: 1998

  • AlziraE e Itamar Assumpção - Sei dos Caminhos

    3:27

    AlziraE e Itamar Assumpção - Sei dos Caminhos

  • Itamar Assumpção - Maremoto

    3:00

    Maremoto faz parte do album Intercontinental! Quem Diria! Era Só O Que Faltava!!! de Itamar Assumpção.

    Spotify:
    iTunes:
    Deezer:
    Napster:


    Twitter:
    Facebook:
    Instagram:
    Site: com.br

    Clique aqui para se inscrever em nosso canal:

  • Meus Tempos De Criança - Itamar Assumpção

    6:13

    Ataulfo Alves Por Itamar Assumpção - Pra Sempre Agora

Shares

x

Check Also

Menu